Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sul-coreanos entraram na Coreia do Norte para trabalhar apesar do corte da linha militar

Lusa

  • 333

Seul, 28 mar (Lusa) -- Um grupo de 197 sul-coreanos atravessou hoje a fronteira com o Norte para trabalhar no complexo industrial conjunto de Kaesong, apesar do anúncio, por Pyongyang, do corte da linha de comunicação militar com Seul.

A Coreia do Norte causou preocupação sobre as entradas diárias de sul-coreanos ao anunciar na quarta-feira a decisão de cortar a linha de comunicação militar, única via de contacto na atualidade entre os governos de ambas as Coreias.

Não obstante, "a Coreia do Norte deu esta manhã luz verde ao acesso transfronteiriço do primeiro grupo de trabalhadores do dia através da linha telefónica do comité de gestão do complexo industrial", indicou à Efe uma porta-voz do Ministério da Unificação.