Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Suicídios podem crescer com mais desemprego e menos apoios sociais

Lusa

  • 333

Porto, 29 nov (Lusa) -- O aumento do desemprego e das desigualdades e a diminuição dos apoios sociais criam "as condições para a ocorrência de um maior número de suicídios", alertou hoje um especialista.

"O suicídio é um fenómeno complexo e multifacetado e por isso é difícil fazer uma relação entre o que quer que seja e o suicídio". Contudo, "é expectável que haja um aumento do número de casos" face à atual situação económica e social que o país atravessa, afirmou o presidente da Sociedade Portuguesa de Suicidiologia (SPS), José Carlos Santos.

Participando no VIII Congresso Nacional de Psiquiatria 2012, a decorrer no Porto até sábado, o responsável considerou que é preciso ter em conta o que aconteceu na Grécia e na Irlanda, em que, de acordo com estudos feitos em 2009, "houve um aumento dos suicídios que foi paralelo à crise económica".