Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Subsídios: Seguro só comenta alargamento dos cortes aos privados depois de conhecer OE 2013

Lusa

  • 333

Setúbal, 06 jul (Lusa) - O secretário-geral do PS escusou-se hoje a antecipar a posição do partido caso o Governo decida alargar aos privados as medidas de austeridade que está a aplicar ao setor público, dizendo que irá aguardar pelo Orçamento para 2013.

"Vou olhar para a proposta de orçamento [para 2013], não sou um político irresponsável", disse António José Seguro, afirmando-se convicto de que a posição do Tribunal Constitucional (TC) vai ao encontro das propostas do PS que apontam para um alargamento do prazo da consolidação das contas públicas.

Na quinta-feira, o TC pronunciou-se pela inconstitucionalidade do corte dos subsídios de férias e de Natal apenas aos funcionários públicos e aos reformados.