Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Subsídios: Porta-voz do PSD remete posição do partido para mais tarde

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 jul (Lusa) - O porta-voz do PSD remeteu hoje para mais tarde uma posição do partido sobre decisão do Tribunal Constitucional de declarar inconstitucionais os cortes nos subsídios de férias e de Natal, alegando desconhecer o acórdão.

"Sobre essa matéria do Tribunal Constitucional não tenho nenhuma informação. Acabei de ouvir esse rumor à medida que entrava nesta sala. Oportunamente, depois de ler esse eventual acórdão, o PSD tomará posição", afirmou Jorge Moreira da Silva, após ser questionado pela comunicação social, na sede nacional do PSD, em Lisboa.

Jorge Moreira da Silva falava sobre os prazos do ajustamento financeiro de Portugal, em direto para as televisões, e, perante a insistência dos jornalistas para que comentasse que a decisão do Tribunal Constitucional, que tinha acabado de ser divulgada, acrescentou: "Não posso comentar um acórdão que desconheço, por respeito ao Tribunal Constitucional e aos portugueses. Eu não conheço o acórdão do Tribunal Constitucional que os senhores jornalistas acabaram de referir".