Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Subsídios: "Não julgo que haja novas medidas de austeridade" - Ricardo Salgado

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 jul (Lusa) - O presidente do BES disse hoje que, após a decisão do Tribunal Constitucional sobre o corte dos subsídios, o Governo terá que encontrar uma fonte de receita alternativa, mas que não acredita que sejam implementadas novas medidas de austeridade.

"Temos que ouvir a proposta que o senhor ministro das Finanças vai fazer. Parece-me que o senhor primeiro-ministro falou de forma correta. Tem que se encontrar uma fórmula substituta [ao corte dos subsídios de férias e de Natal no setor público]", afirmou aos jornalistas Ricardo Salgado, realçando que não está à espera que tal fórmula passe por novas medidas para aumentar a austeridade.

"Não julgo que haja novas medidas de austeridade", revelou o banqueiro, que falava à margem da conferância "Zona Euro, que futuro?", organizada pelo Jornal de Negócios e pelo BES, em Lisboa.