Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Subnutrição afeta 12,5% da população mundial e supera "de longe" obesidade - FAO

Lusa

  • 333

Roma, 04 jun (Lusa) - O custo social do excesso de peso e da obesidade quase duplicou nos últimos 20 anos, mas a subnutrição ainda é o principal problema, afetando 12,5% da população mundial, alerta hoje a Organização para a Alimentação e Agricultura.

Apresentado hoje em Roma, o relatório anual daquela agência da ONU (FAO, na sigla em inglês) conclui que 12,5% da população mundial ingere calorias a menos, o que representa apenas uma fração do peso global da malnutrição, que inclui a subnutrição, as deficiências de micronutrientes e o excesso de peso e obesidade.

A FAO estima que 26% das crianças do mundo tenham baixo peso, que 2.000 milhões de pessoas sofram de deficiências de um ou mais micronutrientes e que 1,4 mil milhões de pessoas tenham excesso de peso, 500 milhões dos quais são obesos.