Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

SOS Criança apela à denúncia de situações que possam pôr em risco as crianças

Lusa

  • 333

Lisboa, 07 dez (Lusa) -- O coordenador do SOS Criança apelou hoje a todos os que conheçam famílias em situação de "maior vulnerabilidade" que apresentem o caso às instituições para ajudar as crianças e evitar que passem por situações de risco e negligência.

Os maus tratos físicos e a negligência a crianças estão a aumentar com as dificuldades das famílias, que não conseguem assegurar necessidades básicas como alimentação, vestuário e uma casa digna, alertou Deolinda Barata, da Sociedade Portuguesa de Pediatria e coordenadora do núcleo de crianças e jovens em risco do Hospital D. Estefânia, onde tem assistido a situações que não surgiam na prática clínica "há 20 ou 30 anos".

"Sempre que existe uma situação de crise num país ou sempre que a sociedade começa a ver os seus direitos postos em causa, as famílias são as primeiras a sofrer com essas dificuldades", disse à agência Lusa o coordenador do SOS Criança, do Instituto de Apoio à Criança (IAC).