Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sonae enfrenta crise com aposta em novos negócios e internacionalização "sem capital"

Lusa

  • 333

Porto, 13 mar (Lusa) -- O presidente da Sonae afirmou hoje contar em 2013 "com um ambiente recessivo e quebra de vendas" nos países do sul da Europa, apontando como prioritária a aposta nos "novos negócios" das franquias, prestação de serviços e comércio eletrónico.

"Não estamos à espera de ajudas nos mercados do sul da Europa durante 2013, não me parece que haja qualquer notícia que possa ser mais positiva em termos de crescimento do consumo nestes mercados. Podemos ter essa esperança para 2014, mas não a temos para 2013", afirmou Paulo Azevedo durante a apresentação dos resultados de 2012 da Sonae, que hoje decorreu no Porto.

Ainda assim, o presidente executivo da Sonae apontou como "principal" prioridade do grupo "concluir a desalavancagem" em curso e "garantir rácios financeiros compatíveis com um perfil claro de 'investment grade'".