Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sócrates acusa Cavaco de ter sido "a mão escondida" que fez cair o seu Governo

Lusa

  • 333

Lisboa, 27 mar (Lusa) - O ex-primeiro-ministro José Sócrates apontou hoje o Presidente da República como a "mão escondida" da crise política que derrubou o seu Governo e considerou que Cavaco Silva não tem autoridade moral para o acusar de deslealdade institucional.

Estas acusações de José Sócrates ao chefe de Estado marcaram a segunda parte da entrevista que concedeu à RTP, depois de os jornalistas Paulo Ferreira e Vítor Gonçalves o terem confrontado com o facto de Cavaco Silva se ter queixado por escrito de deslealdade institucional, sobretudo em relação ao processo do PEC (Programa de Estabilidade e Crescimento) IV.

"Passemos por cima da atitude do Presidente da República, que diz tudo, porque fez um ataque pessoal por escrito um ano depois de ter saído do Governo, de estar fora da vida política e me ter remetido ao silêncio. Não reconheço no Presidente da Republica nenhuma autoridade moral para dar lições de lealdade institucional", declarou.