Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sobre saída de Mourinho, Queiroz diz que "poder não está dentro do Real Madrid"

Lusa

  • 333

Lisboa, 26 jun (Lusa) -- O selecionador do Irão, Carlos Queiroz, não ficou surpreendido por José Mourinho não ter tido sucesso no Real Madrid, atribuindo-o "à complexidade do clube" e à circunstância do poder não estar dentro da instituição.

"O poder não está dentro do Real Madrid, é muito diluído e trabalhado fora do próprio clube. É criada uma pressão social e da opinião pública e mediática, que perturba as relações entre as pessoas e acaba por criar um ambiente menos propício a que equipa técnica e jogadores trabalhem bem e produzam", disse Carlos Queiroz à agência Lusa, socorrendo-se da sua experiência como técnico dos "merengues" em 2003/04.

De resto, Queiroz foi o primeiro treinador português a orientar o Real Madrid, sucedendo no cargo a Vicente Del Bosque, atual selecionador espanhol, mas no final da época seria afastado pelo presidente Florentino Pérez, depois de deixar a equipa em quarto lugar, a sete pontos do campeão, o Valência.