Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

SNS perde 500 mil euros por mês com adiamento de nova gestão da Linha Saúde 24

Lusa

  • 333

Lisboa, 10 abr (Lusa) -- A linha de atendimento Saúde 24 custa mensalmente mais 500 mil euros do que custaria se já tivesse sido resolvido o concurso internacional para a gestão deste serviço, ao qual o Tribunal de Contas recusou um visto, segundo o coordenador.

A completar seis anos de existência, no próximo dia 25 de abril, e após ter ultrapassado os 4,5 milhões de contactos, a Linha Saúde 24 vai deixar de ser gerida pela LCS, empresa do grupo Caixa Geral de Depósitos (CGD).

O coordenador da linha, o enfermeiro Sérgio Gomes, disse à agência Lusa que o concurso ainda não foi resolvido, apesar de já ter sido selecionada uma empresa: a PT.