Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

SMS, Facebook e Twitter ajudam venezuelanos na procura de bens nos supermercados

Lusa

  • 333

Caracas, 22 mar (Lusa) - Os telefones, o Facebook, o Twitter e as mensagens telefónicas estão a converter-se em aliados dos venezuelanos na procura de produtos que escasseiam no mercado, num país onde, segundo dados oficiais, a escassez de bens é de 20 por cento e é cada vez mais frequente ver as prateleiras dos supermercados vazias.

"Na Central Madeirense (supermercado) de Chacaíto há Harina Pan e açúcar", apressou-se a escrever num sms Naomí Sanchez, que reenvia a todas as suas amigas.

Com dois pacotes de açúcar na mãos e quatro de Harina Pan (farinha de milho pré-cozido), Naomí Sanchez explicou que o SMS acaba por ser uma mensagem "pequena mas de conteúdo importante", porque serve para divulgar os locais onde existem produtos de circulação condicionada.