Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Síria: Seguro (PS) contra intervenção militar sem "mandato legal multilateral"

Lusa

  • 333

Évora, 31 ago (Lusa) -- O secretário-geral do PS, António José Seguro, defendeu hoje que Portugal "deve opor-se a qualquer iniciativa militar" na Síria "sem um mandato legal aprovado no plano multilateral", reiterando a "urgência de uma solução diplomática".

"Ao contrário do primeiro-ministro, não hesitamos e consideramos que Portugal deve opor-se a qualquer iniciativa militar sem um mandato legal aprovado no plano multilateral", disse.

Seguro disse que não se pode "ficar indiferente às notícias chocantes que chegaram" da Síria e realçou que "o PS considera inaceitável a utilização de armas químicas e condena o massacre de civis" naquele país.