Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Síria: Rússia diz que uso da força teria "pesadas consequências" para Médio oriente

Lusa

  • 333

Moscovo, 09 jun (Lusa) - A Rússia não apoiará o emprego da força no Conselho de Segurança da ONU na Síria, receando pesadas consequências para o Médio Oriente, declarou hoje o ministro russo dos Negócios Estrangeiros, que propõe uma conferência internacional sobre a crise.

"A nossa posição é imutável. Não sancionaremos no Conselho de Segurança da ONU o emprego da força. Isso teria consequências pesadíssimas para todo o Médio Oriente", frisou Serguei Lavrov.

O ministro russo fez estas declarações hoje, numa conferência de imprensa especialmente convocada para a apresentação da nova iniciativa de Moscovo de convocação de uma reunião internacional sobre a Síria.