Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Síria: Presidente egípcio opõe-se a qualquer intervenção militar estrangeira

Lusa

  • 333

Nova Iorque, 25 set (Lusa) -- O Egito opõe-se a qualquer intervenção de uma força militar estrangeira na Síria, mesmo apoiando a saída do Presidente Bachar al-Assad, defendeu o Presidente egípcio Mohamed Morsi.

Em vez disso, os esforços diplomáticos de um quarteto formado pelo Egito, Irão, Arábia Saudita e Turquia podem ajudar a colocar um ponto final na guerra civil que se verifica na Síria há 18 meses, disse na segunda-feira, numa entrevista à cadeia de televisão norte-americana PBS na véspera da abertura da Assembleia-geral da ONU, em Nova Iorque.

"Não aprovo [uma intervenção militar] e penso que seria um erro grosseiro se isso acontecesse", frisou.