Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Síria: Presidente Al-Assad nega ter ordenado um ataque químico

Lusa

  • 333

Damasco, 08 set (Lusa) - O Presidente sírio, Bashar al-Assad, negou numa entrevista à televisão CBS estar por detrás de um ataque químico no mês passado e exortou os norte-americanos a rejeitarem um ataque militar à Síria, revelou hoje a cadeia dos EUA.

"Ele negou ter tido alguma coisa a ver com o ataque", disse o correspondente veterano da CBS Charlie Rose, depois de entrevistar Al-Assad na Síria.

"Negou saber que houve um ataque químico, não obstante o que foi dito e não obstante a filmagem em vídeo. [Assad] disse que não há provas suficientes para fazer um julgamento conclusivo", acrescentou, sublinhando que "a coisa mais importante" que Assad disse é que "não há nenhuma prova" de que usou armas químicas contra o seu próprio povo.