Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Síria: ONU não chegou a acordo para pedir investigação sobre ataque químico

Lusa

  • 333

Nova Iorque, 22 ago (Lusa) -- O Conselho de Segurança da ONU foi incapaz de chegar a acordo para pedir formalmente uma investigação após a denúncia de um ataque químico nos arredores de Damasco, em que terão morrido pelo menos 1.300 pessoas segundo a oposição síria.

"Posso dizer que há uma grande preocupação entre os membros em relação a estas alegações e um sentimento generalizado de que é preciso esclarecer o que aconteceu", disse a representante argentina e atual presidente em funções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, María Cristina Perceval, depois de quase três horas de reunião à porta fechada.

Embora tenham dito apoiar a determinação do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, de pedir una investigação imparcial sobre os acontecimentos, os membros do Conselho não foram capazes de chegar a consenso sobre uma resolução ou declaração presidencial (um documento de menor alcance) para pedir formalmente que se investigue este incidente.