Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Síria: Nicolás Maduro acusa Barack Obama de pôr "o congresso a substituir a ONU"

Lusa

  • 333

Caracas, 01 set (Lusa) - O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, criticou hoje a decisão do seu homólogo norte-americano de solicitar ao Congresso autorização para atacar militarmente a Síria, acusando também Barack Obama de pôr o parlamento a "substituir a ONU".

"É muito grave que o Presidente (Barack Obama) tenha decidido atacar a Síria e agora ponha o Congresso a substituir a ONU (...). Ninguém no mundo pode ser tribunal, juiz e polícia, seria o mundo sem lei", disse.

Segundo Nicolás Maduro se todos os governos do mundo "se dedicassem a julgar, a executar outros governos" por diferenças "estaríamos a regredir sem controlo, sem legalidade internacional, onde permaneceria a guerra".