Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Síria: Marinha dos EUA reforça presença militar no Mediterrâneo

Lusa

  • 333

Washington, 24 ago (Lusa) -- A Marinha norte-americana mobilizou para o Mediterrâneo um quarto "destroyer" equipado com mísseis de cruzeiro, depois de novas denúncias de utilização de armas químicas na Síria, afirmou na sexta-feira à AFP um responsável da Defesa norte-americano.

A sexta frota norte-americana, responsável pelo Mediterrâneo, decidiu deixar na zona o USS Mahan, inicialmente programado para regressar a Norfolk, na costa leste norte-americana, e ser substituído pelo USS Ramage.

No total, quatro 'destroyers' -- o Gravely, o Barry, o Mahan e o Ramage -- todos equipados com várias dezenas de mísseis de cruzeiro Tomahawk, vão estar mobilizados no Mediterrâneo.