Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Síria: Irmandade Muçulmana atribui responsabilidade do massacre a Annan

Lusa

  • 333

Beirute, 13 jul (Lusa) -- A Irmandade Muçulmana da Síria acusou hoje o enviado internacional Kofi Annan, bem como o Irão e a Rússia, dois aliados do regime de Bashar al-Assad, de serem responsáveis pelo massacre ocorrido na quinta-feira no centro do país.

"Não consideramos o monstro Assar como o único responsável do crime terrível (...), mas [também] Kofi Annan, os russos e os iranianos e todos os países que pretendem ser responsáveis pela proteção da paz e da estabilidade no mundo e que permanecem em silêncio", afirma a Irmandada Muçulmana em comunicado.

PNE.