Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Síria: Exército provavelmente por detrás de ataque químico -- Human Rights Watch

Lusa

  • 333

Nova Iorque, 10 set (Lusa) - O exército sírio esteve muito provavelmente na origem do ataque com armas químicas, do mês passado, que causou centenas de mortos, declarou hoje a Human Rights Watch (HRW).

Num relatório, de 22 páginas, publicado nos Estados Unidos, a organização de defesa dos direitos humanos conclui que provas credíveis "sugerem fortemente" que as forças armadas do Presidente sírio, Bashar al-Assad, levaram a cabo o ataque.

A HRW tirou estas conclusões depois de analisar os relatos de testemunhas dos ataques em Ghouta, a 21 de agosto, informações sobre a provável origem dos mesmos, detritos das armas usadas e sintomas apresentados pelas vítimas.