Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Síria: Canadá lamenta demissão de Annan e apela a sanções

Lusa

  • 333

Otava, 03 ago (Lusa) -- O Canadá lamentou na noite de quinta-feira a demissão de Kofi Annan do cargo de enviado da ONU e Liga Árabe para a Síria e exortou o Conselho de Segurança a impor sanções económicas e um embargo de armas a Damasco.

O Canadá "não está surpreendido" com esta demissão, "dado o flagrante desrespeito dos compromissos com o plano de paz de Annan por Assad", declarou o chefe da diplomacia do Canadá, John Baird.

O Governo canadiano expressa a sua "gratidão a Annan pelos nobres esforços que envidou incansavelmente" e lamenta que "a sua partida marque o fim do seu plano".