Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Síria: Amnistia Internacional denunciou ataques "implacáveis e indiscriminados" sobre o povo

Lusa

  • 333

Damasco, 19 set (Lusa) - A Amnistia Internacional acusou hoje as forças sírias de lançarem ataques "implacáveis e indiscriminados" contra o seu povo, depois de terem vindo a público informações de que o regime discutiu o uso de armas químicas como último recurso.

O grupo com sede em Londres indicou num relatório, acompanhado por imagens de vídeo, que "os civis, muitos deles crianças, são as maiores vítimas da campanha dos ataques implacáveis e indiscriminados do exército sírio".

A Amnistia Internacional informou que as conclusões foram apuradas com base em "investigações levadas a cabo no terreno na primeira metade de setembro".