Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Síria: 'Amigos da Síria' aumentam apoio a rebeldes se Al-Assad recusar transição

Lusa

  • 333

Amã, 23 mai (Lusa) -- Os estados "Amigos da Síria" vão aumentar o seu apoio à oposição se o Presidente sírio, Bachar al-Assad, não se comprometer com uma solução pacífica para o conflito, avisaram os membros do grupo, durante uma reunião na capital jordana.

Durante uma conferência de imprensa conjunta com o ministro jordano dos Negócios Estrangeiros, Nasser Judeh, o secretário de Estados dos EUA, John Kerry, fez um apelo a Al-Assad para "mostrar o mesmo empenho em procurar a paz no seu próprio país", o que considerou "crítico".

Depois do encontro, que terminou já na noite de quarta-feira, os 11 ministros do grupo apresentaram uma escolha árdua a Al-Assad: ele e os seus parceiros "com sangue nas mãos" não têm qualquer papel a desempenhar no futuro da Síria.