Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Síria: AI acusa regime de crimes contra a humanidade e apela à "ação internacional"

Lusa

  • 333

Cairo, 14 jun (Lusa) -- A Amnistia Internacional (AI) divulgou hoje um relatório em que acusa o regime sírio de crimes de guerra e contra a humanidade, apelando à "ação internacional para deter a crescente violência contra civis".

O relatório intitulado "Represálias mortais" acusa as autoridades sírias de levarem a cabo uma política de vingança contra quem apoia a oposição e de intimidação da população.

"Estas provas alarmantes de uma sequência organizada de abusos, incluindo crimes de guerra e contra a humanidade cometidos pelas forças governamentais e milícias com impunidade total, realçam a necessidade de uma ação internacional decisiva para conter a crescente onda de ataques contra a população civil", afirma a assessora da AI, Donatella Rovera.