Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sindicatos queixam-se de falta de inspetores da Autoridade de Condições de Trabalho na Covilhã

Lusa

  • 333

Covilhã, 26 dez (Lusa) - A União de Sindicatos de Castelo Branco (USCB) da CGTP considera "absolutamente insuficiente" o número de inspetores colocados na delegação da Covilhã da Autoridade de Condições de Trabalho (ACT).

Até 2010 havia 11 inspetores ao serviço na cidade que foram progressivamente reduzidos até chegar a quatro, disse hoje à agência Lusa o coordenador da USCB, Luís Garra.

Dos quatro, uma inspetora está sob licença de maternidade e um dos restantes tem que estar sempre no serviço de atendimento, o que deixa apenas dois inspetores disponíveis para estarem no terreno, explicou.