Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sindicatos foram "apunhalados pelas costas" -- UGT

Lusa

  • 333

Porto, 12 ago (Lusa) - O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, considerou hoje que os sindicatos foram "apunhalados pelas costas" com o envio de cartas aos funcionários públicos com propostas de rescisão, considerando que foi posto em causa "o princípio da boa-fé negocial".

À margem do Fórum para o Desenvolvimento do Porto, promovido por Manuel Pizarro, candidato socialista à câmara do Porto, o secretário-geral da UGT falou das notícias que hoje vieram a público em relação aos trabalhadores da função pública que estão a receber cartas vindas do Estado com propostas de rescisão, não compreendendo como é que uma situação destas ocorre "depois de haver uma negociação à mesa, no princípio da boa-fé, com os sindicatos".

"Os sindicatos são apunhalados pelas costas com estas medidas. Há coisas que não são aceitáveis. Isso, mais uma vez, vem pôr em causa o bom relacionamento, o princípio da boa-fé negocial que os sindicatos -- e eu falo dos sindicatos da UGT -- têm posto em cima da mesa", criticou.