Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sindicatos dizem que a greve na Sata é de 100 por cento

Lusa

  • 333

Ponta Delgada, 23 abril (Lusa) - A adesão dos trabalhadores à paralisação na Sata é de 100 por cento, tendo-se apenas realizado os serviços mínimos estipulados pelo Tribunal Arbitral, revelou hoje o porta-voz da plataforma sindical da transportadora aérea açoriana.

Jaime Prieto afirmou aos jornalistas que aproveitou para destacar que "ao contrário" do que tem sido afirmado por "vários intervenientes", os trabalhadores do grupo Sata tiveram "sempre" os mesmos cortes do que os trabalhadores do grupo Tap.

"Não há diferença nenhuma. Quando andam a dizer que os trabalhadores do grupo Sata não tiveram os cortes que houve na Tap isso não é verdade. Os cortes foram sempre iguais. Em 2011 até consideramos que marginalmente a Sata ainda foi mais zelosa numa pequena característica em relação aos seus trabalhadores do que a generalidade do grupo Tap", explicou o sindicalista.