Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sindicatos contestam despedimento coletivo de 83 trabalhadores da Eurest

Lusa

  • 333

Lisboa, 31 out (Lusa) -- Os delegados sindicais e representantes dos 83 trabalhadores da Eurest, que há um mês foram informados de que faziam parte de um despedimento coletivo, vão reunir-se hoje de manhã com a empresa para contestar o processo.

A Eurest, empresa de fornecimento de serviços de alimentação e gestão de refeitórios, decidiu avançar com um processo de despedimento coletivo de 83 trabalhadores alegando problemas de ordem económica.

Em declarações à agência Lusa, Francisco Figueiredo, do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Norte, disse que o despedimento coletivo promovido pela Eurest é "discriminatório e persecutório" e configura a "prática de terrorismo" laboral.