Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sindicato "surpreendido" com ameaça do Governo angolano contra jornal e rádio

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 mai (Lusa) -- O Sindicato dos Jornalistas Angolanos mostrou-se hoje "surpreendido" com a ameaça do Governo angolano a dois órgãos de comunicação, realçando que os abusos são "cometidos "em maior número" nos meios públicos.

Na quarta-feira, o Governo angolano acusou o semanário Folha 8 e a Rádio Despertar de veicularem "ofensas e calúnias contra instituições do Estado e titulares de órgãos de soberania" e de apelarem à "desordem pública".

Em comunicado citado pela agência de notícias Angop, o Ministério da Comunicação Social instou os dois órgãos a mudarem de "conduta", avisando que, caso contrário, poderá adotar medidas administrativas e judiciais, incluindo a "suspensão temporária das emissões da Rádio Despertar" e a aplicação de uma sanção idêntica ao jornal Folha 8.