Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sindicato Oficiais de Justiça denuncia ameaças por causa de horário de trabalho

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 out (Lusa) -- O presidente do Sindicato dos Oficiais de Justiça (SOJ) denunciou hoje "ameaças e coações" de que foram alvo, na segunda-feira, "centenas de oficiais de justiça", para que cumprissem mais uma hora de trabalho por dia.

"Ontem [segunda-feira] centenas de oficiais de justiça foram ameaçados e coagidos [nos tribunais] a cumprir um horário que desrespeitava a decisão de um Tribunal", disse Carlos Almeida à agência Lusa, considerando que tal "viola a lei".

Segundo o presidente do SOJ, em causa está um despacho emitido hoje pelo diretor-geral da administração da Justiça, Pedro de Lima Gonçalves, no qual este invoca "interesse público" para que os oficiais de justiça alarguem o horário de trabalho até às 18:00, cumprindo 40 horas semanais.