Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sindicato "foi sensível" aos problemas dos clubes - Joaquim Evangelista

Lusa

  • 333

Lisboa, 08 jul (Lusa) - O presidente do Sindicato dos Jogadores, Joaquim Evangelista, disse à agência Lusa que o organismo foi "sensível aos problemas dos clubes" e aceitou manter por mais duas épocas as remunerações da II Liga em 1,75 salários mínimos nacionais.

"No ano passado tínhamos feito com a Liga um acordo excecional, mas como os pressupostos no futebol português não se alteraram decidimos manter. O Sindicato foi sensível aos problemas dos clubes", explicou Evangelista à Lusa.

A Liga de Clubes e o Sindicato dos Jogadores acordaram manter por mais duas épocas as remunerações da II Liga em 1,75 salários mínimos nacionais, com o objetivo de garantir a sustentabilidade da prova e permitir a aposta em jovens jogadores.