Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sindicato de Pessoal de Voo quer reunir-se com governo açoriano por temer despedimentos na Sata

Lusa

  • 333

Horta, 13 dez (Lusa) -- O Sindicato Nacional de Pessoal de Voo quer reunir-se com o secretário regional do Turismo e dos Transportes dos Açores, Vítor Fraga, por temer que a Sata Internacional altere as bases laborais dos trabalhadores de Lisboa e de Ponta Delgada.

Em declarações à Lusa, o presidente da direção do Sindicato Nacional de Pessoal de Voo da Aviação Civil, Bruno Fialho, referiu que, além dos locais de trabalho destes colaboradores, as alterações da companhia aérea açoriana poderão acabar com postos de trabalho indiretos.

"Diretamente são entre 30 a 150 postos de trabalho, o que equivale a um bom milhar de postos de trabalho indiretos", sublinhou Bruno Fialho, lembrando que "por cada trabalhador de ar posto em causa" outros três ou quatro, em terra, ficam em risco.