Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sindicato apresentou providências para travar 40 horas nas autarquias da Guarda

Lusa

  • 333

Guarda, 22 out (Lusa) - O Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL) anunciou hoje que entregou providências cautelares para evitar a aplicação da lei das 40 horas semanais de trabalho em quatro Câmaras do distrito da Guarda e que uma delas foi aceite.

José Catalino, coordenador regional do STAL na Guarda, disse hoje à agência Lusa que, no início de outubro, o sindicato interpôs providências cautelares junto do Tribunal Administrativo e Fiscal de Castelo Branco relativamente às autarquias de Guarda, Celorico da Beira, Trancoso e Mêda.

No caso da Guarda, indicou que o anterior executivo, liderado por Joaquim Valente (PS), aplicou a lei das 40 horas semanais de trabalho no início do mês, sem ouvir primeiro as estruturas sindicais e os trabalhadores, situação que levou o STAL a apresentar uma providência cautelar que foi aceite pelo tribunal.