Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sindel considera novo Acordo Coletivo de Trabalho proposto pela REN "muito negativo"

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 dez (Lusa) - O Sindicato Nacional da Indústria e da Energia (Sindel) recusa-se a aceitar a proposta do novo Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) da REN, considerando-a "muito negativa" para os trabalhadores da empresa gestora das redes energéticas nacionais.

"Ficamos totalmente surpresos com uma proposta tão redutora. Não vamos aceitar condições deste tipo", disse à Lusa Rui Miranda, vice-secretário-geral do Sindel, que tem até ao final do mês para apresentar uma contraproposta.

O dirigente do sindicato mais representativo na REN adiantou, em declarações à Lusa, que a proposta do novo ACT representa "a retirada" de direitos aos trabalhadores, considerando isso "inaceitável" numa empresa como a REN, que "dá lucros todos os anos".