Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

SIDA: Morreram mais de 7.800 pessoas em Portugal em 30 anos e metade era toxicodependente

Lusa

  • 333

Lisboa, 31 jul (Lusa) -- Mais de 7.800 pessoas infetadas pelo vírus VIH/sida morreram nas últimas três décadas, em Portugal, sendo metade dos casos relativos a toxicodependentes, revela um relatório do Instituto Ricardo Jorge.

De acordo com documento divulgado esta semana sobre a situação da infeção VIH/sida em Portugal, entre janeiro de 1983 e 31 de dezembro do ano passado morreram 7.856 pessoas. O documento mostra ainda que, até ao passado dia 31 de dezembro de 2011 estavam notificados 41.035 casos de VIH/sida, nos diferentes estádios de infeção, sendo 16.880 de sida.

Numa análise aos grupos e comportamentos de risco, percebe-se que metade dos óbitos (3.942) dizia respeito a toxicodependentes. A transmissão entre heterossexuais surge em segundo lugar, com 2.298 situações de morte registadas (29.3%), e em terceiro lugar aparecem os homossexuais e bissexuais, com 1.106 casos (14.1%).