Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Setor energético tem distorções anuais de 4,3 mil milhões de euros, diz GEOTA

Lusa

  • 333

Lisboa, 19 nov (Lusa) - O mercado da energia em Portugal tem distorções que custam anualmente 4,3 mil milhões de euros, considera a organização ambientalista GEOTA num relatório que apresenta hoje.

"A maioria das distorções destina-se a subsidiar a produção e consumo de energia e o uso do automóvel individual, favorecendo o desperdício, as más práticas de gestão e o investimento em sobre-capacidade", diz o documento a que a Lusa teve acesso.

O relatório sobre Reforma Fiscal Ambiental faz um diagnóstico da situação e apresenta propostas em matéria de fiscalidade e de incentivos no sector energético, para o tornar mais sustentável, transparente, equitativo e mais barato, e também menos agressivo para o ambiente.