Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Setor da restauração do festival Optimus Alive registou irregularidades - ACT

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 jul (Lusa) - Quarenta empresas de restauração que operavam no festival Optimus Alive, em Algés, foram inspecionadas no sábado, tendo sido detectadas irregularidades na segurança, saúde e condições de trabalho, anunciou hoje a Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT).

Na ação no Passeio Marítimo de Algés, os inspetores da ACT identificaram 200 trabalhadores daquelas empresas, dos quais 49 estavam em situação laboral irregular e 15 eram estrangeiros, tendo registado 40 infrações e solicitado documentação às empresas fiscalizadas.

"De salientar, em particular, o elevado número de trabalhadores não declarados, cerca de 25 por cento, à Segurança Social e à Administração Fiscal", sustentou o organismo em comunicado.