Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Setenta por cento da população da Madeira servida por saneamento público -- empresa

Lusa

  • 333

Santa Cruz, 03 abr (Lusa) -- Setenta por cento da população da Região Autónoma da Madeira está servida por sistemas públicos de saneamento básico, revelou hoje o presidente da empresa pública Águas e Resíduos da Madeira (ARM), que considera a taxa "adequada".

"No total, existem cerca de 1.170 quilómetros de rede de águas residuais no arquipélago, esta rede integra cerca de 64 estações elevatórias, 57 das quais na ilha da Madeira, e tudo isto termina em 20 estações de tratamento de águas residuais", afirmou à agência Lusa Pimenta de França.

À margem da inauguração de uma estação elevatória da freguesia de Santo da Serra, no concelho de Santa Cruz, na qual esteve o presidente do Governo Regional da Madeira, Pimenta de França adiantou que, "no global, no saneamento, o investimento realizado na última década e meia é de cerca de 130 milhões de euros, o que dá 715 euros por habitante" servido pelo sistema público, no total de 180 mil pessoas.