Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Seria muito positivo reduzir juros e alargar prazo do empréstimo da 'troika' -- Faria de Oliveira

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 nov (Lusa) - A possibilidade de Portugal beneficiar de uma redução dos juros cobrados sobre o empréstimo que a 'troika' concedeu ao país é vista com bons olhos pelo presidente da Associação Portuguesa de Bancos (APB), Faria de Oliveira.

"Seria obviamente muito positivo a redução dos juros e o alargamento do prazo, mas é muito difícil encontrar soluções sem uma mudança de atitude por parte da União Europeia", considerou hoje o banqueiro, em declarações aos jornalistas à margem do Fórum da Banca, promovido pelo Diário Económico em Lisboa.

Na opinião de Faria de Oliveira, "não será necessário rever o memorando de entendimento", mas sim "ter capacidade para persuadir a União Europeia a apoiar os países que se encontram sujeitos a programas de ajustamento".