Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sentença sobre agressões mortais a jovem recebida com gritos de indignação em Viana

Lusa

  • 333

Viana do Castelo, 10 jul (Lusa) - O tribunal de Viana do Castelo condenou hoje a dois anos e meio de prisão, suspensa, um dos quatro arguidos no caso das agressões mortais a um jovem de 19 anos, decisão recebida com gritos em plena sala de audiência.

O tribunal decidiu condenar um dos arguidos, que confessou o empurrão que se revelou mortal para o jovem Tiago Puga devido queda, por um crime de ofensas à integridade física simples, agravado pela sua morte, numa pena de prisão de dois anos e seis meses de prisão, suspensa na execução por igual período, em cúmulo jurídico também pelo crime de omissão de auxílio.

Este arguido foi ainda condenado ao pagamento de uma indemnização aos pais da vítima, de 117.500 euros.