Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sentença de anestesista conhecida hoje em Mirandela

Lusa

  • 333

Mirandela, 22 abr (Lusa) -- O médico anestesista acusado de falta de assistência a uma doente que acabou por morrer, em Mirandela, conhece hoje a sentença do processo judicial em que a família da vítima reclama 200 mil euros de indemnização.

O julgamento começou há três meses no Tribunal de Mirandela, Distrito de Bragança, e o Ministério Público pediu, nas alegações finais a condenação do anestesista a uma pena de cinco anos de prisão suspensa.

A doente, de 40 anos, morreu durante o recobro de uma operação à tiroide, a 07 de dezembro de 2006, no hospital de Mirandela, com complicações pós operatórias, que se desenvolveram enquanto o médico anestesista, responsável peça vigilância, se ausentou para ir almoçar.