Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Senado norte-americano vai investigar colaboração da CIA no filme sobre caça a Bin Laden

Lusa

  • 333

Washington, 04 jan (lusa) -- Uma comissão do Senado norte-americano abriu uma investigação sobre o uso da tortura retratada no filme "Zero Dark Thirty", e vai interrogar a CIA sobre o tipo de informações partilhadas com os responsáveis do filme.

Três senadores norte-americanos que há cerca de dois meses classificaram de "inexata e enganadora" a película baseada na operação militar que eliminou Usama Bin Laden, anunciaram na quinta-feira, em comunicado citado pela agência espanhola Efe, que vão investigar se a realizadora, Kathryn Bigelow, e o guionista, Mark Boal, tiveram acesso "inapropriado" a informação confidencial.

"O filme implica claramente que as técnicas de interrogação coerciva da CIA foram efetivas para extrair informação importante relacionada com um 'mensageiro' de Bin Laden. Revemos os documentos da CIA (Central Intelligence Agency), e sabemos que isso é incorreto", sublinharam.