Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sem modelo de gestão, CAR tornam-se "inúteis e obsoletos", avisa Mário Santos

Lusa

  • 333

Prado, Vila Verde, 08 jun (Lusa) -- O Chefe de Missão de Portugal aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro2016, Mário Santos, alertou hoje para a necessidade do país "implementar efetivamente" o modelo de gestão escolhido para a rede de Centros de Alto Rendimento (CAR).

"Caso não ajamos racional e rapidamente, corremos o perigo dos CAR grandes e pequenos se tornarem inúteis e obsoletos", lamentou, considerando estas infraestruturas "essenciais para o êxito do desporto português".

Em declarações à agência Lusa, em Prado durante os Europeus de maratonas em canoagem, cuja federação preside, Mário Santos avisa que o esforço financeiro feito no passado e as expectativas de atletas e federações podem ruir caso o modelo de gestão não entre rapidamente em vigor, considerando a atual situação dos CAR "preocupante".