Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Selecionador de râguebi soube que vai deixar cargo pela comunicação social

Lusa

  • 333

Lisboa, 20 mar (Lusa) -- Errol Brain revelou hoje à agência Lusa que ainda não foi informado da dispensa do cargo de selecionador português e que teve conhecimento da decisão da Federação Portuguesa de Râguebi (FPR) pela comunicação social e alguns jogadores.

"Estou estupefato. A única coisa que recebi foi um email a informar-me que amanhã (quinta-feira) há uma reunião na sede da FPR. Soube disto tudo pelas notícias nos sites e depois por alguns jogadores que me ligaram a dizer que tinham recebido um email do presidente a dizer que eu não continuava", afirmou Errol Brain à Lusa.

O técnico neozelandês, que não quis abordar mais o assunto até ao encontro de quinta-feira, vai abandonar o comando da seleção portuguesa depois da FPR ter decidido não renovar o contrato, que termina no final deste mês.