Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Seis famílias de Bragança trocaram casas por condomínio e ficaram sem nada

Lusa

  • 333

Bragança, 10 jul (Lusa) -- Seis famílias de Bragança ficaram sem casa num negócio com um empreiteiro que faliu depois de derrubar as moradias para construir um condomínio que ficou em esqueleto e deixou sem teto os antigos moradores.

A maior parte dos lesados são idosos que perderam a casa de toda a vida e alguns o rendimento de espaços, que tinham arrendado para fins comerciais, e estão agora a pagar renda por uma habitação.

Há doze anos, um empreiteiro da cidade, Hernâni Gomes, convenceu-os a trocarem as moradias por apartamentos num novo condomínio que começou a construir no mesmo local, o Loreto, mas um ano depois do início da obra faliu e deixou apenas o esqueleto de cinco andares e quase dois milhões de euros de dívidas, segundo relataram à Lusa alguns dos lesados.