Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Seguro" do Programa Cautelar é "bom comportamento" do país - Carlos Costa

Lusa

  • 333

Lisboa, 20 mar (Lusa) - O governador do Banco de Portugal afirmou que "o seguro" de um Programa Cautelar é "o compromisso do bom comportamento" de Portugal, que deverá aceitar que "não vai tirar proveito do facto de ter acompanhamento enquanto está convalescente".

"O seguro é o nosso compromisso de bom comportamento. Temos de aceitar que periodicamente vão olhar para nós", disse Carlos Costa, explicitando que se trata de um mecanismo de "vigilância reforçada", que permitirá "uma maior rapidez na resposta".

"Quando estamos convalescentes, temos lá um enfermeiro para ajudar se for preciso, mas isso não quer dizer que vamos recorrer ao enfermeiro", exemplificou o responsável, que defende a adoção de um Programa Cautelar após o programa de assistência financeira.