Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Seguro diz que ouviu os militantes e que não estão em causa cedências ou acordos

Lusa

  • 333

Coimbra, 10 fev (Lusa) - O secretário-geral do PS afirmou hoje que tem no seu bolso a proposta de orientação estratégica para o seu partido e frisou que neste processo de diálogo interno não estão em causa "cedências" ou "acordos".

António José Seguro falava aos jornalistas à entrada para a reunião da Comissão Nacional do PS, em Coimbra, que aprovará as datas das eleições diretas para a escolha do líder e do próximo congresso.

"Trago no bolso uma proposta de orientação estratégica para o futuro do país e o pensamento que o PS tem para resolver os problemas da crise e dos portugueses. Não há nem nunca houve acordo ou cedências", sustentou o líder socialista, numa referência ao processo interno de diálogo que está em curso no seu partido.