Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Seguro diz que combate à destruição do Estado Social "não é de trincheiras partidárias"

Lusa

  • 333

Horta, 27 jan (Lusa) -- O secretário-geral do PS, António José Seguro, reafirmou hoje, nos Açores, que não será "cúmplice" na destruição do Estado Social, alegando que o combate "não é de trincheiras partidárias" mas contra o Governo "mais ultra liberal" da história portuguesa.

"Este é um combate não de trincheiras partidárias, mas entre um governo mais ultra liberal da nossa história e as mulheres e homens de todo o Portugal", afirmou António José Seguro, no seu discurso de encerramento do XV Congresso Regional do PS/Açores, que decorreu na ilha açoriana do Faial.

Vincando que não será cúmplice na destruição do Estado Social que demorou décadas a construir, Seguro precisou que além da marca socialista existem também contributos de governos do PSD para que Portugal tivesse um Estado social ao nível da saúde, qualificação, investimento na ciência a tecnologia e proteção social.