Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Seguro desafia Governo a não arranjar "desculpas" e pagar os subsídios

Lusa

  • 333

Santarém, 13 jun (Lusa) -- O secretário-geral do PS, António José Seguro, desafiou hoje o Governo a não arranjar desculpas para adiar o pagamento dos subsídios de férias e de Natal, afirmando que "se há dinheiro paguem os subsídios".

"É muito simples, se há dinheiro cumpra-se a lei e paguem os subsídios, que são sempre dados aos trabalhadores quando eles vão de férias", afirmou hoje o líder da oposição, António José Seguro, que falava em Santarém onde esta manhã visitou a Feira Nacional da Agricultura que decorre no Centro Nacional de Exposições (CNEMA) até domingo.

Reagindo às declarações do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, que na quarta-feira afirmou que os subsídios [dos funcionário públicos] só podem ser processados depois de publicado o Orçamento Retificativo, Seguro desafiou o Governp a não "arranjar desculpas" e a pagar o subsídio de férias aos trabalhadores que " estão a passar dificuldades" e aos quais "esse dinheiro faz falta".